INTICADOR DE PIRRALHO

27 de julho de 2014 por keyimaguirejunior

 Scan0001

     Uma intervenção urbana só faz sentido se se pode observar as reações das pessoas. Vai causar algum desconforto – que vai produzir surpresa ou, com freqüência, hostilidade.

Entendo que deva ser inócua – nada de espetacularismos vândalos como jogar tinta nos canais de Veneza. Eventos de intervenção devem ser tais que, cessados e removidos os componentes, deixam apenas os registros fotográficos. Nesse sentido, intervenções em que apenas os corpos das pessoas são usados, são perfeitos.

Fiz uma intervenção em frente da minha casa: recolhida uma mangueira inservível, cheia de furos, do lixo-que-não-é-lixo da vizinhança, enrolei no poste a uma altura na qual não poderia ser alcançada sem uma escada alta. Amarrei com arames, para dificultar ao espírito-de-porco inevitável que a arrancaria pelo prazer de arrancar já no primeiro dia. A cor, laranja forte, era chamativa sobre o cinza-concreto do poste.

Diante da minha janela, era fácil captar as reações dos passantes e da vizinhança.

Achei muito curioso que as crianças não sacassem o ludismo da coisa – meninos ficavam invocados com aquilo, faziam “escadinha” tentando chegar na altura. Ou, de passagem, ficavam apontado uns para os outros, tentando “entender”.

Os adultos mal se dignavam a um olhar “blasé”, acompanhado no máximo por alguma reflexão instantânea tipo “que falta de serviço”.

A mais agressiva foi de um grupelho de mocinhas, que subia a rua gritando cacarejando esporrando. Ao darem com a coisa, berravam a plenos pulmões:

– Não tem nada melhor prá fazer com a mangueira daí amarrou no poste?!

Bem, como disse o Jaguar, “todo mundo é imbecil nessa idade – o problema é quando, passada a idade, continua”.

No entanto, “a coisa” ficou lá por alguns meses.

Foi retirada por um funcionário da Copel que subiu ao poste para algum reparo. De passagem, retirou a mangueira: excesso de zelo ou, tendo idade mental de pirralho, se sentiu inticado…

Observação:

Publicado em notícia na “Gazeta do Povo” de 03/10/1996.

A legenda da foto era “O poste do Key”…

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: