INVASÃO DE LESMAS EM CURITIBA

4 de março de 2014 por keyimaguirejunior

lesmas-2

            Elas  chegaram silenciosamente, mesmo porque nunca se viu lesma gritando, escutando música sertaneja a todo volume, fazendo espôrro, essas coisas humanas. Eram animais inofensivos, nem mesmo aquela trilha de gosma brilhante deixavam no chão. Nem sequer os cães latiram para avisar de sua invasão.

O que não significa que pudessem ser admitidas na casa. Tem gente com bichos os mais estapafúrdios – aranhas, cobras e lagartos – mas lesma, ainda não se ouviu falar, salvo algum cientista em busca do doutorado.

Problemão: como me livrar delas?! A solução tradicional, do sal, nem pensar. Isso é uma crueldade que bicho nenhum merece, salvo alguns tipinhos humanos.

Morriam fácil, no entanto: entrando em casa, não achavam nutrientes no chão ou nas vidraças e esticavam as antenas. Morriam e, no dia seguinte, estavam secas, chatinhas como folhas. Perdiam seu amarelo característico e escureciam até um marrom escuro.

Pensei com meus botões: vai ver, são saborosas. Os franceses vendem a alma por escargots, mas essa gente come de tudo. Os italianos as têm em alta estima e consideração, fazem até a “Sagra della Lumacca”.

Tentei várias receitas, e descobri alguns molhos fabulosos para acompanhá-las. Mas o bom era sempre o molho, os bichos em si não tinham sabor algum e, depois de hidratados, voltavam ao seu aspecto gosmento, viscosos como puxa-saco de político.           Então desisti – mesmo porque a invasão, tão inesperadamente como tinha começado, terminou.

lesmas

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: